Quem Somos
Embaixadores
Promoção de Produtos Certificados
Lenços de Namorados
Olaria de Barcelos
Figurado de Barcelos
Bordado de Guimarães
Bordado de Viana do Castelo
Renda de Bilros
Destaques
GIP-adere
Dinamizar
Formação para Empresários "Medida 3.1."
Aponte para o Gerês
PICA (Promover a Igualdade Construindo Alicerces)
Formar Para A Igualdade
Postais Lenços de Namorados
Viveiro de Artesanato
Bonecas Biotradicionais
Facebook
Newsletter
Subscreva a Newsletter Adere-Minho para ficar a par de todas as nossas novidades.
Pesquisar
Prémios do site

designersdepot

10.jpg
Quem Somos
Terça, 15 de Janeiro de 2013

A Adere-Minho – Associação para o Desenvolvimento Regional do Minho surge em 14 de Setembro de 1990, sendo uma instituição de direito privado, sem fins lucrativos, da qual podem ser associadas pessoas singulares ou colectivas, assegurando todos os interesses profissionais, de produção e comércio ligados ao sector. Desde 2008 é uma instituição com Utilidade Pública, surgindo empenhada na valorização do potencial económico e na promoção do desenvolvimento integrado da região e do artesanato.

Em Abril de 1997 é constituída a Comissão de Acompanhamento para a Certificação dos Lenços de Namorados, com o principal objectivo de valorização e dignificação do artesanato genuíno do Minho. Após um longo processo e anos de trabalho, é em 2002, que a Adere-Minho oficializou a certificação dos Lenços de Namorados do Minho, e a concessão da primeira autorização para utilização da I.G. “Lenços de Namorados do Minho”, num evento presidido por Sua Ex.a. Dr.ª Isabel Ayres, então Presidente da Comissão de Coordenação da Região Norte, e contou com a presença de entidades regionais, locais e de artesãos (ãs) do Minho. Um acto simbólico que marcará para sempre a diferença no artesanato português. A Adere-Minho pôde concretizar o primeiro passo para a certificação de produtos artesanais, sendo o Lenço de Namorados do Minho, o primeiro produto artesanal a ter registo de marca e de certificação, este foi o culminar de um processo que teve início em 1996 numa caminhada pela valorização do artesanato. A Adere-Minho constitui-se desde esse momento, como Organismo de Certificação de produtos artesanais, sendo pioneira na certificação deste tipo de produtos, a nível continental.

Em Dezembro de 2007 são constituídas as Comissões de Acompanhamento da Certificação do Figurado e Olaria de Barcelos, e iniciado o processo para certificação de mais dois produtos artesanais. Em 2008, a ADERE-MINHO, em parceria com o Município de Barcelos, teve a honra de realizar o acto nacional e oficial de certificação das primeiras peças da “Olaria e do Figurado de Barcelos”, a que se dignou presidir o então Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, Dr. Jorge Lacão, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Barcelos.

No ano de 2010, foi assinado o protocolo entre a ADERE-MINHO e o Município de Guimarães para certificação do Bordado de Guimarães, sendo constituída mais uma comissão – Comissão de Acompanhamento de Certificação do Bordado de Guimarães. Em parceria com A OFICINA de Guimarães, este constitui-se como o quarto produto artesanal certificado no Continente. Em Novembro de 2010 decorre a 1.ª sessão oficial de certificação do Bordado de Guimarães, com Sr. Secretário de Estado do Emprego e Formação Profissional Dr. Valter Lemos. No ano de 2011, ocorre a assinatura de protocolo entre a ADERE-MINHO e o Município de Viana do Castelo para certificação do Bordado de Viana do Castelo; com presença do Sr. Secretário de estado do Emprego e da Formação Profissional – Dr. Valter Lemos. As Comissões de Acompanhamento de Certificação de Produtos são constituídas pelas principais associações e partes interessadas dos diferentes sectores de produtos, tendo entre outras, a responsabilidade de supervisionar o trabalho desenvolvido pela Comissão Técnica de Certificação. A Adere-Minho, enquanto Organismo de Certificação, tem como responsabilidade realizar o controlo, certificação, fiscalização e promoção dos produtos artesanais sujeitos a Indicação Geográfica ( I.G). Em Agosto de 2012 finalmente são certificadas as primeiras peças do Bordado de Viana do Castelo, conseguindo-se uma meta importante com sete unidades produtivas a aderir ao processo, e que obtiveram autorização de utilização de IG Bordado de Viana do castelo pelas mãos de todos quantos participaram deste processo, Câmara Municipal, Adere-Minho e demais parceiros.

.