Quem Somos
Embaixadores
Promoção de Produtos Certificados
Lenços de Namorados
Olaria de Barcelos
Figurado de Barcelos
Bordado de Guimarães
Bordado de Viana do Castelo
Renda de Bilros
Destaques
GIP-adere
Dinamizar
Formação para Empresários "Medida 3.1."
Aponte para o Gerês
PICA (Promover a Igualdade Construindo Alicerces)
Formar Para A Igualdade
Postais Lenços de Namorados
Viveiro de Artesanato
Bonecas Biotradicionais
Facebook
Newsletter
Subscreva a Newsletter Adere-Minho para ficar a par de todas as nossas novidades.
Pesquisar
Prémios do site

designersdepot

16.jpg
Princípios Orientadores
Terça, 11 de Agosto de 2009

• Aumentar os níveis de de qualificação das populações mas desprotegidas do interior, promovendo o potencial humano da Região;

• Fomentar a participação das populações em cursos de formação profissional e sessões de informação que favoreçam a valorização pessoal e profissional ds participantes;

• Criar elevados níveis de auto-estima e motivar atitudes e comportamentos mais pró-activos das populações;

• Desenvolver laços de cooperação e de associativismo activo para a promoção do bem comum;

• Certificar e Qualificar o Artesanato e os Produtos Regionais;

• Realizar projectos estruturantes de apoio à economia regional;

• Acreditar os Artesãos e Qualificar as Microempresas de Artes e Ofícios Tradicionais;

• Estimular o empreendedorismo e a criação do próprio posto de trabalho;

• Aumentar os níveis de confiança nas capacidades individuais;

• Promover o desenvolvimento sustentado, nomeadamente pela promoção da igualdade entre género;

• Mobilizar esforços geradores de equilíbrio económico e social;

• Promover novos protagonismos para o desenvolvimento regional;

• Apoiar e Desenvolver a Economia Social na Região;

• Realizar Palestras, Jornadas, Congressos e Encontros numa lógica de Fórum permanente sobre as temáticas que directa ou indirectamente favoreçam o desenvolvimento regional;

• Estimular todas as formas de protagonismo regional que melhorem as condições de vida das populações;

• Ajudar a criar riqueza e auto-sustentação nas regiões;

• Valorizar e divulgar o património cultural e natural.

.